blefaroplastia tipo de anestesia

Blefaroplastia: Qual o Tipo de Anestesia?

A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico estético reparador destinado a melhorar a aparência das pálpebras. E quando se trata de cirurgias, o tipo de anestesia é, muitas vezes, uma das primeiras preocupações da pessoa interessada em realizar o procedimento.

São vários os motivos para isso, tanto culturais quanto médicos. Muitas pessoas, por exemplo, têm medo de passar por uma anestesia (em especial, a anestesia geral). Outras pessoas têm um medo generalizado de procedimentos médicos. Por isso, nada melhor do que informação. 

Neste artigo de hoje vamos entender qual o tipo de anestesia mais comum na cirurgia de blefaroplastia e um pouco mais sobre como funciona o procedimento.

O que é a blefaroplastia?

A blefaroplastia é uma intervenção cirúrgica estética que visa rejuvenescer as pálpebras superiores e/ou inferiores. 

Muitas pessoas optam por essa cirurgia para eliminar o excesso de pele e reduzir bolsas de gordura, tornando possível não apenas rejuvenescer o olhar, mas também ampliar o campo de visão e até mesmo alcançar uma melhora em dores de cabeça agravadas pelo peso das pálpebras sobre os olhos.

De maneira geral, a blefaroplastia é considerada um procedimento cirúrgico simples e bastante seguro quando realizado em ambiente adequado por profissional competente. 

Como comentamos, o procedimento pode ser realizado tanto apenas nas pálpebras superiores (blefaroplastia superior), inferiores (blefaroplastia inferior) ou em ambas (blefaroplastia completa). 

Aqui no Doutor Opera, os procedimentos levam entre 30 a 60 minutos, em média, e os pacientes recebem alta no mesmo dia da cirurgia, já podendo ir para casa iniciar a recuperação.

Mas e o tipo de anestesia da blefaroplastia, qual é? Vamos falar disso abaixo.

anestesia blefaroplastia

Qual o tipo de anestesia mais comum na blefaroplastia?

A anestesia mais comumente realizada para a cirurgia de blefaroplastia é a anestesia local com sedação.

A blefaroplastia, como qualquer cirurgia, requer anestesia para garantir que o paciente permaneça confortável e seguro durante o procedimento. A maioria das blefaroplastias realizadas no Brasil utiliza o tipo de anestesia local com sedação, também conhecido como anestesia local com sedação consciente. 

Esse método envolve a administração de anestésicos locais, garantindo que a área fique insensível à dor, ao mesmo tempo em que o paciente permanece acordado, em um estado de sonolência profunda. Essa abordagem tem a vantagem de resultar em tempos de recuperação mais curtos em comparação com a anestesia geral.

Anestesia local com sedação: como funciona esse tipo de anestesia?

A anestesia local com sedação é uma opção altamente segura e eficaz para a blefaroplastia. Durante o procedimento, anestésicos locais são aplicados nas pálpebras, bloqueando a sensação de dor. 

Ao mesmo tempo, o paciente recebe sedativos que induzem um estado de sonolência profunda. Isso significa que o paciente permanece acordado, mas relaxado, sem sentir desconforto significativo durante a cirurgia. 

Os benefícios dessa abordagem incluem uma recuperação mais rápida e a capacidade de comunicar-se com a equipe cirúrgica durante o procedimento, se necessário. É uma escolha comum para a blefaroplastia devido à sua eficácia e ao menor risco em comparação com a anestesia geral.

Anestesia Geral na Blefaroplastia

Embora a anestesia local com sedação seja a opção padrão na blefaroplastia, há casos em que a anestesia geral pode ser considerada. 

Isso ocorre em situações específicas, como cirurgias combinadas ou quando há alguma contraindicação à anestesia local. A anestesia geral envolve a perda temporária da consciência do paciente, sendo administrada por um anestesiologista. Embora seja menos comum, ainda é uma opção segura quando indicada.

Como é feita a escolha do tipo de anestesia para a blefaroplastia?

A escolha entre a anestesia local com sedação e a anestesia geral depende de diversos fatores, como a saúde geral do paciente, a extensão da cirurgia e, em alguns casos, até mesmo preferências pessoais. É essencial que os pacientes discutam com seus cirurgiões plásticos e anestesiologistas para entender o motivo da escolha por este ou aquele tipo de anestesia. 

Uma avaliação médica pré-operatória é crucial para garantir a segurança e o sucesso do procedimento. Para a maioria das pessoas, a anestesia local com sedação será a opção mais segura e conveniente.

blefaroplastia anestesia local

Um tipo de anestesia é mais seguro que o outro?

Ambos os tipos de anestesia utilizados na blefaroplastia são seguros quando administrados por profissionais qualificados. No entanto, é importante estar ciente dos possíveis efeitos colaterais, como náuseas temporárias após a anestesia geral ou sonolência após a anestesia local com sedação. Os riscos são mínimos, mas uma comunicação aberta com a equipe médica é essencial para garantir uma experiência cirúrgica tranquila.

Falando de maneira mais objetiva, e em números, alguns estudos como este da Revista Brasileira de Anestesiologia indicam intercorrências de óbito em casos de anestesia geral estão na casa de 0,8%; enquanto isso, para as anestesias locais (ou regionais) – tipo de anestesia mais comum na blefaroplastia – é de 0,03%. Isso também significa dizer que cerca de 98% dos óbitos ocorridos neste estudo aconteceram em casos de anestesia geral. 

Então, podemos dizer que na medicina moderna tanto a anestesia geral quanto a anestesia local são procedimentos seguros, porém, de fato, a anestesia local, mais simples, é um procedimento de menor risco.

Recuperação após a Cirurgia 

Após a blefaroplastia, os pacientes podem esperar um período de recuperação relativamente curto, independentemente do tipo de anestesia escolhido. Os cuidados pós-operatórios incluem repouso, aplicação de compressas frias e o uso de medicamentos prescritos para o alívio da dor. 

A maioria dos pacientes pode retornar às atividades normais em poucos dias, com resultados visíveis à medida que o inchaço diminui.

Tipo de anestesia da blefaroplastia – Considerações Finais

Neste artigo, fizemos um breve passeio pelo tema do tipo de anestesia da blefaroplastia. Descobrimos que a anestesia local (ou regional) com sedação é o tipo de anestesia mais comum para este procedimento, embora haja casos em que a equipe médica pode optar pela chamada anestesia geral.

Lembre-se sempre de buscar informações detalhadas e consultar um cirurgião plástico experiente para garantir a segurança e os resultados desejados. Aqui no Doutor Opera, nosso padrão para a cirurgia de blefaroplastia é a utilização da anestesia local com sedação. Os custos da anestesia e do anestesiologista estão sempre incluídos nos valores da cirurgia. 

Se você gostou deste artigo sobre o tipo de anestesia da blefaroplastia e gostaria de ter mais informações sobre este procedimento, baixe o nosso e-book Saiba tudo sobre cirurgia de pálpebras a blefaroplastia. É gratuito, sem nenhum tipo de compromisso conosco, e te contamos tudo sobre o procedimento (inclusive os valores!).

Confira nossas cirurgias

Ficou com alguma dúvida?

Cadastre-se e fale conosco 




    Leia tabém:

    Veja também

    Ficou com alguma dúvida sobre a cirurgia?

    cadastre-se e fale com um atendente pelo WhatsApp!




      procedimentos cirúrgicos

      Preencha os campos a baixo para iniciar sua ligação gratuitamente.




        WhatsApp de atendentes disponíveis

        Atendimento Doutor Opera

        Online

        Olá! 😁  Tire todas as suas dúvidas via WhatsApp.

        Preencha os campos abaixo para iniciar uma conversa comigo.



          Restam poucas vagas para
          realizar sua harmonização

          Quantidade de vagas preenchidas para a cirurgia

          foram preenchidas

          Preencha o formulário e garanta a sua harmonização